QUAL A SUA VOCAÇÃO?

A primeira de todas as vocações é a vida, pois antes de eu existir, Deus já me conhecia e me amava...

A história dessa comunidade é um marco de ousadia e determinação do povo de Deus que, a despeito de inúmeras dificuldades, foi incansável em seguir o querer de Deus.


A situação do local era bastante precária na época em que o Padre João Mush fazia visitas aos fiéis, levando um alento a um povo sedento da palavra de Deus. 


O primeiro bispo a fazer a Visita Pastoral a futura comunidade foi Dom Adriano, que já percebia que o coração deste povo pulsava forte no anseio de que naquele lugar fosse erguida uma comunidade católica.


O início do trabalho de evangelização aconteceu por volta de 1988/89, com o Padre Henrique que, junto com a Irmã Silvia e o Seminarista Amaury, que eram agentes pastorais, procuravam um terreno para a construção da capela. Este trabalho foi iniciado nas residências dos casais Sr. José e Augustinha, Sr. João Neves e Maria, Sr. Damásio e Lindaura, Dona Tereza, Diná, Marta, Marilena e tantos outros que colaboraram para a concretização deste sonho.


Em 1990 o então pároco Padre Alexandre visitou a comunidade, que via cada vez mais próxima a possibilidade concreta e efetiva da construção da capela. Em frente a casa de Dona Maria Neves tinha um terreno baldio, que foi ocupado através de um pedido de uso capião junto a prefeitura, pedido feito por uma comissão da comunidade. Foi realizado um mutirão, comandado por Dona Carmelita, que envolveu a todos. Lá então foi colocada uma cruz de madeira pelo Sr. José.


Em 1992/93 começou a construção do salão comunitário com apoio do Padre Fernando. Nesse salão é que, inicialmente, eram feitas as celebrações da comunidade. Neste ano, já com a colaboração do Padre Valdir, houve a inauguração de uma creche, que recebeu o nome de “O Carmelinho” (escolhido em votação). Esta creche recebeu o apoio, para sua montagem, de um grupo de senhoras, tendo a frente a Sra. Helena Amaral. A creche foi bem recebida pela comunidade, já que esta, por ser muito carente, foi beneficiada com este presente.


A catequese já existia, assim como círculos bíblicos e oficinas de oração nas casas dos moradores. Nesse momento, surgiu a necessidade de formar o Conselho Comunitário, sob a orientação do Padre Valdir. 


Aconteceu então uma eleição na casa da Sra. Odília, com a presença de toda a comunidade, sendo eleita como coordenadora a Sra. Marilena e vice-coordenadora a Sra. Lindaura.  Ainda foram eleitas a Sr. Ediberta como primeira secretária e Sra. Odília como segunda. Nas demais funções, a colaboração era recebida de Dona Deise, do Sr. José e outros tantos que abraçaram a missão desejada por Jesus. 


O início da construção da capela aconteceu, e o apoio do Padre Valdir foi determinante. Também através de votação, foi escolhido o nome da comunidade: “Nossa Senhora do Carmo”.
Com o trabalho árduo e determinado deste povo abençoado, foi possível construir a capela em honra a nossa Mãe. O material para a construção era levado nas mãos, já que os caminhões não chegavam até o alto do morro, deixando-os no início da rua.


A primeira procissão realizada foi com Padre Valdir, levando a imagem de Nossa Senhora do Carmo doada por Dona Júlia Távora. Nesta procissão houve uma grande participação de fiéis da própria comunidade, assim como de toda a paróquia, tendo apoio de tantas pessoas queridas, como a saudosa Dona Glória e do Sr. Pinho.

 

Assim nasceu a Comunidade Nossa Senhora do Carmo. A determinação e coragem desses primeiros participantes nos remete ao vigor dos primeiros cristãos na organização das primeiras comunidades.

 

 
nossos contatos
 
missas
   
 
Paróquia Nossa Senhora de Fátima e São Jorge
 
Horários de missas na Matriz
 
Endereço: Rua Getúlio Vargas, 220
 
Segunda a sexta às 7h30min
 
Centro - Nova Iguaçu/RJ - 26.255-060
 
Segundas e sextas às 18h30min
 
Secretaria: (21) 2767-0170 / (21) 2669-3118
 
Sábado às 16h30min
 
Pároco: Pe. Geomax de Jesus
 
Domingo às 7h, 9h e 19h
 
 
Todo dia 13 às 12h missa de N.S. de Fátima
 
Copyright © - 2013 - Todos os direitos reservados
 
Todo dia 23 às 12h missa de São Jorge