Gratidão pelas festas dos Padroeiros!

É com imensa satisfação que chegamos ao fim dos festejos de São Jorge e Nossa Senhora de Fátima...

60 ANOS DA FESTA DE SÃO JORGE

O tema da festa deste ano está em sintonia com o tema da CF 2018

Publicado em 05/Fev/2018

Ano passado, nossa paróquia celebrou o jubileu dos 60 anos de sua fundação, e, este ano, estaremos celebrando os 60 anos da Festa de São Jorge, o que para nós é motivo de alegria e júbilo e, ao mesmo tempo, uma oportunidade de nos comprometer no seguimento a Jesus Cristo, através do testemunho de vida do Santo Guerreiro.

 

TEMA DA FESTA


O tema da festa deste ano está em sintonia com o tema da Campanha da Fraternidade: Fraternidade e Superação da Violência, um convite a todo devoto de São Jorge, que, olhando para o exemplo do Santo Guerreiro, empenhe-se na construção da paz, buscando superar a violência.


São Jorge foi um grande guerreiro na defesa da fé, sempre fiel a Deus, apesar da perseguição e violência a que foi submetido.


Sendo um jovem de posses, não ficava apegado aos bens materiais e, com muita sensibilidade e verdadeiro espírito cristão, era solidário aos pobres, partilhando seus bens. O Santo promove e defende a vida e é ainda um guerreiro em defesa da paz, enfrentando o mal e a violência. É perseguido, maltratado e assassinado.

 

COMO COMEÇOU A FESTA DE SÃO JORGE


Por ocasião da organização da 1ª festa, em entrevista ao jornal Correio da Lavoura (09/02/1958), Pe. Órsio, nosso primeiro pároco, disse: “Tenho certeza de que esta 1ª festa será verdadeiramente assombrosa, pois bem conhecemos a devoção e o carinho que nosso povo empresta ao querido Santo Guerreiro”. Na ocasião, Pe. Órsio colocou como presidente da festa o Sr. Dante Miquelotti e na comissão os Srs. Américo Cruz, Manoel de Jesus, Antônio Papaléo, Joaquim Cardoso, João Ferreira, Braid de Almeida, Pascoal Paladino, Darci Ciani Marins, Mateo Paladino, Antônio Antunes, Eduardo Pires, Pascoal Martino e José Santa Rosa Costa.


Além do presidente e da comissão, foram escolhidos mais de cem festeiros, que receberam listas para conseguir donativos para ajudar na construção da Igreja.

 

A PROGRAMAÇÃO DA PRIMEIRA FESTA


Imaginar a Festa de São Jorge há 60 anos é recordar que ela aconteceu na praça, onde está erguida a atual igreja e onde havia apenas uma capela, no local em que está a Banca de Revistas do Flávio. Nossa primeira festa aconteceu no 23 de abril do ano de 1958. Às 5 horas da manhã, tivemos a alvorada com a presença de alguns festeiros, acompanhados da banda Lira Fluminense, e a salva de 21 tiros.


As missas aconteceram na capela às 6, 8 e 10 horas. A missa solene foi presidida por Monsenhor Câmara, às 10 horas. Na parte da tarde, às 16 horas, foi realizada a procissão, com a imagem escoltada pelo esquadrão de cavalaria, e percorrendo as ruas Alfredo Soares, Dr. Thibau, Bernardino de Melo, Floresta Miranda e a antiga rua Antônio Carlos.


A festa social foi realizada na praça João Pessoa, com barraquinhas e um animado leilão de prendas, além de brincadeiras e jogos populares. À noite, tivemos a participação das bandas Lira Fluminense, do Corpo de Bombeiros e a banda do Maestro Germano. Às 23 horas, Encerramos com a queima de fogos.


A festa foi um sucesso, com a presença de centenas de fiéis. O saldo líquido da festa, no valor de 80 mil cruzeiros, foi revestido para o início da construção da atual igreja, e o balancete publicado no jornal Correio da Lavoura. É de ressaltar o trabalho das esposas dos festeiros, que muito contribuíram para o sucesso da festa.

 

A MISSA DOS DEVOTOS TODO DIA 23


Com a chegada de Pe. Davenir, no dia 03 de maio de 2005, conseguimos que todo dia 23 de cada mês fosse celebrada, ao meio-dia, a missa em honra a São Jorge. Esta iniciativa favoreceu a formação de um grupo de devotos, e este grupo foi incentivado pelo padre à devoção a nosso padroeiro, mostrando que Jesus é a pessoa mais importante em nossas vidas, e que São Jorge foi seu fiel seguidor.


O grupo dos devotos torna-se colaborador das iniciativas da igreja, na organização das festas do padroeiro, na novena de Natal, nas Missões, nos cursos, nas campanhas em outras atividades dentro e fora da Igreja.

 

CONTINUIDADE DA DEVOÇÃO


Pe. Max continua esta evangelização de forma responsável e carinhosa. Vemos os frutos de sua missão através da presença cada vez maior dos devotos em nossas missas e outras atividades.
Na celebração dos 60 anos da Festa de São Jorge, imitemos o Santo Guerreiro, banindo de nossas vidas o dragão da violência, da corrupção, da ambição, da mentira, da preguiça, da indiferença, do ódio, da ganancia e do oportunismo. E que nós, cristãos leigas e leigos, sejamos protagonistas da história da Igreja e de nosso país, não nos deixando influenciar pelos acontecimentos negativos que estamos vivendo. Que sejamos uma igreja que anuncia o Reino de Deus, da Paz e da Fraternidade, iluminados e fortificados pela Palavra e pela Eucaristia: luz para superar a violência e sal para temperar a fraternidade.

 
nossos contatos
 
missas
   
 
Paróquia Nossa Senhora de Fátima e São Jorge
 
Horários de missas na Matriz
 
Endereço: Rua Getúlio Vargas, 220
 
Segunda a sexta às 7h30min
 
Centro - Nova Iguaçu/RJ - 26.255-060
 
Segundas e sextas às 18h30min
 
Secretaria: (21) 2767-0170 / (21) 2669-3118
 
Sábado às 16h30min
 
Pároco: Pe. Geomax de Jesus
 
Domingo às 7h, 9h e 19h
 
 
Todo dia 13 às 12h missa de N.S. de Fátima
 
Copyright © - 2013 - Todos os direitos reservados
 
Todo dia 23 às 12h missa de São Jorge